Como Emagrecer no Inverno

Embora o mais comum, nos dias mais frios, seja aumentar o consumo calórico e, assim, acabar ganhando peso, na verdade, o inverno é a melhor época do ano para emagrecer.

No inverno, época de baixas temperaturas, aumentam as necessidades energéticas do nosso organismo, justamente, pela necessidade de se produzir mais calor, mantendo, assim, a temperatura corporal. Por isso, é normal o aumento do apetite nessa época do ano, justamente, pela necessidade do nosso organismo em produzir mais calor.

Assim, é normal as pessoas acabarem se rendendo ao chocolate quente, pão quentinho, fondues, enfim… todo tipo de alimentação mais calórica. Porém, a dica é evitar ao máximo caia nas tentações típicas dessa época do ano, pelo menos, não exagerar, evitando, assim, ganhar gordurinhas extras.

Acredite, engordar no inverno não deve ser uma regra, se manter alguns cuidados como estilo de vida e a alimentação, sem dúvida, essa pode ser a época ideal para emagrecer e se preparar para o biquíni mais tarde, pois em temperaturas mais baixas nosso organismo precisa gastar ainda mais energia para conseguir manter a temperatura corporal, o que significa maior queima calórica.

Ok, no inverno o apetite aumenta, então, a dica, se quiser emagrecer, é tornar menos calórica e gordurosa algumas delícias do cardápio.

Outra maneira para quem deseja emagrecer de forma saudável é fazer o uso do active caps, que é um suplemento 100% natural que ajuda na perda de peso saudável, mas caso não tenha condições de comprar active caps, as dicas abaixo irão te ajudar a emagrecer.

O que consumir no inverno e emagrecer

Invista em preparações quentes – chás, sopas, verduras e legumes cozidos, frango sem pele, carnes magras cozidas ou grelhadas.

Chás de folhas verdes (banchá, capim cidreira, hortelã, erva-doce etc) – Abuse deles, pois auxiliam nosso organismo na queima de calorias, além de mantê-lo aquecido, hidratado e, também, ajudar a queimar calorias. Na hora de adoçar, prefira um adoçante natural de stévia, sem sacarina, sem ciclamato e sem aspartame.

Sopas – Procure preparar as sopas com vegetais folhosos e legumes batidos, evitando adicionar creme de leite ou massas.

Fibras – Procure acrescentar algumas fibras à alimentação diária, como o farelo de aveia, por exemplo, que ajudam a regular a função intestinal, mantêm o colesterol em níveis normais e provocam uma maior sensação de saciedade.

Chocolate quente – Procure prepará-lo com leite desnatado e achocolatado com baixo teor de gordura.

Queijos amarelos – Substitua pelos brancos ou light. E caso não resista a um bom fondue, prefira os de queijo, preparados com leite desnatado e queijos magros (ricota, cotage), sendo melhor usar vegetais no lugar do pão.

Feijoada – Se não conseguir dizer não a esse prato super calórico, a dica é consumir com moderação, evitando carnes mais gordas e calóricas.

Ensopados – Super nutritivos, eles combinam muito com o inverno.

Produtos light – Cuidado com as pegadinhas, mesmo tendo menos calorias que a versão original, possuem calorias, assim, se consumidos em excesso, se transformam em gorduras extras.

Enfim,  todo controle de alimentação deve ser feito com bom senso. Quem quer emagrecer, jamais deve investir em uma restrição alimentar muito rígida, sem critérios científicos.

Acredite, dietas da moda, muito radicais, podem causar sérios prejuízos à saúde, desde anemia, gastrite, problemas de digestão e carências nutricionais sérias.

A maioria dessas dietas deixa de lado grupos de alimentos muito importantes para o bom funcionamento do nosso organismo.

Hábitos que fazem toda a diferença

Procure se alimentar seis vezes por dia, em horários pré-determinados e não pule refeições, justamente, para evitar que sinta muita fome.

Não deixe de praticar exercícios físicos no inverno. Caso a modalidade que estava praticando no verão não seja adequada para o inverno, procure adaptar:  faça hidroginástica ou natação em piscina aquecida, caminhe na esteira dentro de casa, pratique esportes de quadra coberta e danças de salão.

Tenha em mente que é fundamental continuar se exercitando para manter saudável o sistema cardiovascular, evitar o ganho de peso, além de, claro, manter tudo durinho.